LabConeSul - História da Elites LabConeSul - História da Elites LabConeSul - História da Elites LabConeSul - História da Elites LabConeSul - História da Elites LabConeSul - História da Elites LabConeSul - História da Elites LabConeSul - História da Elites

Chamada para bolsas de Iniciação Cientifica

O prof. Flavio M. Heinz decidiu ampliar a seleção de candidatos da PUCRS (cursando graduação de História ou Ciências Sociais) a bolsa de Iniciação Científica para início em agosto. Segue o convite:

 "Meus caros, na condição de coordenador do grupo de pesquisa Laboratório de História Comparada do Cone Sul, gostaria de convidar interessados a apresentar candidatura a bolsa de IC em uma de nossas pesquisas.

 O LabConeSul é composto por mim, por mestrandos e doutorandos que são meus orientandos (e também por ex-orientandos) na PUCRS e, ainda, por professores-pesquisadores de história, ciência política e sociologia de universidades como a Unisinos e as federais do Paraná e Sergipe. Somos uma equipe de pesquisa que valoriza realmente o trabalho coletivo, e nossas principais exigências de inclusão no grupo são dedicação intelectual e comprometimento nas tarefas. Nossa agenda de pesquisa é ampla, mas orienta-se, principalmente, para uma história social das profissões (engenheiros, médicos, advogados, políticos), das burocracias públicas e privadas e da expertise técnica e científica. 

 Atualmente, estamos executando um projeto (previsão de conclusão em novembro deste ano) sobre a administração pública e a política do RS, de 1889 a 1945, projeto que deverá gerar como um dos seus resultados, a médio prazo, um dicionário histórico-biográfico do período, a exemplo do famoso dicionário publicado pelo CPDOC/FGV (e para o desdobramento desta pesquisa que necessitaremos de um bolsista IC em seguida). Também, estamos preparando um novo projeto sobre o perfil da elite tecnocientífica do governo brasileiro nas áreas nuclear, de informática e de telecomunicações, durante o Regime Militar.

 Metodologicamente,  nossas pesquisas privilegiam a organização de perfis coletivos (prosopografia) de grupos dirigentes e profissões, e buscam, na medida do possível, dar destaque a uma perspectiva de história comparada. Pela natureza de nossa pesquisa, trabalhamos com a formação de bancos de dados e utiizamos muitos recursos informacionais. Além da parceria já antiga e produtiva com as citadas universidades brasileiras, temos contatos de trabalho com centros de pesquisa e pesquisadores estrangeiros da Argentina, Alemanha, França e Inglaterra. 

 Quem estiver interessado, mande e-mail até a próxima terça-feira, 4/6, para O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. "> O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. manifestando interesse, relatando brevemente percurso acadêmico e eventual experiência em pesquisa, e anexando histórico escolar atualizado".

I Encontro de História - Memorial do Ministério Público do RS - 05 e 06 de junho de 2013

cartaz evento 8

 


I Encontro de História - Memorial do Ministério Público do RS
Apresentação

O Memorial do Ministério Público do Rio Grande do Sul, com apoio do Laboratório de História Comparada do Cone Sul - LabConeSul, está organizando o I Encontro de História Memorial do Ministério Público do Rio Grande do Sul com a temática "Espaços de Saber e Poder: instituições e seus agentes na Perspectiva da História Social." 
  
O Encontro será em 05 e 06 de junho de 2013 no Palácio do Ministério Público localizado na Praça da Matriz, 110. 


A temática do I Encontro diz respeito à história de instituições e seus agentes a partir de pesquisas acadêmicas na área. Assim, longe de enfocar uma perspectiva laudatória da história tradicional, o evento prestigiará trabalhos acadêmicos que contemple o estudo da formação de espaços de poder em suas diferentes dimensões (políticas, culturais, econômicas...) e os grupos sociais  que neles atuam, incluindo suas elites, reconhecidas ou contestadas. 


Nessa perspectiva, podem ser contempladas instituições tradicionais como órgãos estatais e partidos políticos, mas também empresas, sindicatos, associações culturais, entre outros. Em comum a eles, a luta de seus agentes - por meio de diversos critérios de distinção - por posições de destaque em sua instituição. Enfim, os trabalhos apresentados intentam mostrar as perspectivas teóricas e recursos metodológicos empregados em cada pesquisa.


Trata-se de uma iniciativa do Memorial do Ministério Público do RS em aproximar-se do público acadêmico e abrir um novo espaço para discussões sobre história de instituições e grupos dirigentes. Esperamos que seja o primeiro de muitos eventos, contribuindo por meio do conhecimento histórico para um debate público sobre que atuam nos diferentes espaços de poder e que influenciam parcelas signficativas da sociedade.  

Informações sobre o evento podem ser dirigidas ao email - O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.



 

Títulos de apresentações - Programação 
 
Dia 05.06.2013

 

Manhã

9h30min - Palestra de abertura: História das Elites e Instituições no Brasil

 

Professor Dr. Flávio M. Heinz (PUCRS)

A que serve uma história social de instituições e profissões?
 

 

10h30min – Mesa 1: Espaços de poder: o campo cultural

 

Professor Me. Jefferson Teles (PUCRS/LabConeSul)
Perfil social dos fundadores do IHGRGS  
 
Professor Dr. Ricardo De Lorenzo (PUCRS/LabConeSul)
Cineastas e poder público no Rio Grande do Sul: pleitos, conflitos e convergências

 

 
Professora Dra. Marisângela Martins (UFRGS)
Escritores comunistas e as condições de produção e de consagração literárias em Porto Alegre (1920-1960)  
 
Debate

 

 

 

Tarde

 

14h - Mesa 2: Considerações teorias e metodológicas
 

Professor Dr. Luiz Alberto Grijó (UFRGS)

título a confirmar


Professora Dra. Cybele Crossetti de Almeida (UFRGS)
Prosopografia - Idade Média (A prosopografia como método para o estudo da história das elites) 
 

Professor Dr. Hernán Ramírez (Unisinos)
A proposopografia além do método: usos no estudo do Neoliberalismo.

 

Debate
 

 

16h - Mesa 3 – Espaços de poder: o campo jurídico

 

Professor Me. Marcelo Vianna (PUCRS/LabConeSul)
Promotor público como profissão: reflexos do processo de institucionalização do Ministério Público do RS entre os anos 1930 e 1960. 
 

 

Professora Me. Cíntia Vieira Souto (Memorial do Ministério Público do RS)
título a confirmar 
 

 

Dra. Mary Biancamaro (Memorial do Judiciário do RS)
Identidade Institucional e Espaços de Poder

 

Debate

 


Dia 06.06
Manhã
 
10h - Comunicações

 

 
Tarde

 

13h30min – Mesa 4 – Espaços de poder: atuações no campo político 
 

Professora Me. Tassiana Saccol (PUCRS/LabConeSul)

A elite da propaganda republicana rio-grandense: um perfil sociológico.

 

 
Professor Me. Thiago Moraes (PUCRS/LabConeSul)
Atuação do empresariado gaúcho através do IPESUL (1962-1971)

 

 
Professor Dr. Cássio Albernaz (PUCRS)
As elites das políticas de Estado: Desenvolvimento Econômico e Industrial no Brasil (1934-1982)

 

 

 

15h30min – Mesa 5 - Espaços de poder: profissões e instituições

 

Professora Mônia Wazlawoski  (PUCRS/LabConeSul)
A revista Egatea e a profissão de engenheiro: defesa da técnica, da experimentação e da ciência no Rio Grande do Sul (1914-1934)

 

 
Professora Me. Geandra Munareto (PUCRS)
A medicina no Rio Grande Sul: regulamentação e construção das especificidades do campo profissional

 

 
Professora Tatiane Bartmann (PUCRS)
Questões trabalhistas nas empresas fundadoras da CINFA (1941-1945) 
 

 

17h – Mesa 6 – Considerações sobre fontes dos espaços de poder
 

Professora Me. Anelda Oliveira e Luciana Baratto Adolfo (Arquivo do Tribunal de Justiça do RS)  

Arquivo Judicial do Tribunal de Justiça: Repositório de fontes


Arquivo do Ministério Público do RS
título a confirmar



 

 



Simpósio no I Encontro Internacional Fronteiras e Identidades

 
Colegas,
 
Gostaríamos de contar com a participação de todos no evento I Encontro Internacional Fronteiras e Identidades, a ser realizado em Pelotas, na Universidade Federal de Pelotas, entre 25 a 28.09.2012. Estamos propondo o simpósio nº 20, intitulado “Por uma história social das instituições e profissões – fronteiras e identidades dos campos sociais através das atividades ocupacionais e profissionais a partir da História do Cone Sul (séculos XIX e XX)”. O simpósio estará aberto para todos que querem discutir os processos históricos que envolvam ocupações e distinções, trajetórias e biografias, elites, profissões e instituições, numa perspectiva da história social e/ou comparada. Ele será um bom espaço para compartilhar as experiências de pesquisa de cada um, conhecendo melhor os temas abordados e os pontos convergentes/divergentes de cada trabalho em questões teóricas e metodológicas.
 
As inscrições estarão abertas do dia 28.05 a 01.08 no site http://www.ufpel.edu.br/ich/eifi/index.htm
Contamos com a presença de todos!
 

O simpósio:  http://www.ufpel.edu.br/ich/eifi/sts/st20.html 

 

marca

 

Abraços

Marcelo e Julia

Workshop - Pesquisa com elites e organização de dicionários histórico-biográficos Profa. Dra. Alzira Alves de Abreu (FGV) 08 a 10.05.2013

Workshop - Pesquisa com elites e organização de dicionários histórico-biográficos
Profa. Dra. Alzira Alves de Abreu (FGV)
08 a 10.05.2013 - sala 423 - prédio 3 - PPG História PUCRS


Workshop

Participação na EHESS - Seminário Sociologie des Professions Techniques

EHESS et MSH Paris 05239

Participação do Prof. Flavio M. Heinz no Seminário Sociologie des Professions Techniques (prof. André Grelon, diretor) - École de Hautes Études en Sciences Sociales.

Dia 30.04.2012, 17h (105, boulevard Raspail, 75006 Paris, salle 9 - 2e étage, bâtiment B)

Flavio M. Heinz est professeur au Département d'Histoire de l'Université Pontificale de Rio Grande do Sul (PUCRS), à Porto Alegre, Brésil, où il coordonne le Laboratoire d'Histoire comparée du Cône sud. Il présentera une analyse de la création de l'École d'ingénieurs de Porto Alegre au Brésil, et de son prestigieux Institut électrotechnique, ainsi que sur les circonstances de leur développement dans les premières décennies du XXème siècle, tant sur le plan académique que sur le plan politique.

L'École a été fondée en 1896 par des ingénieurs de formation militaire qui avaient été politiquement très actifs dans le mouvement antimonarchique et républicain et qui, par ailleurs, partageaient l'orientation politique et religieuse du positivisme comtien. Impliqués dans un projet intellectuel de modernisation sociale et culturelle du pays, ces ingénieurs prônaient une plus grande ouverture aux formations techniques et critiquaient la formation trop littéraire de l'enseignement de l'époque. La création de l'Institut électrotechnique (1908), premier du genre en Amérique du Sud, s'inscrivait alors dans le cadre de l'expansion de l'École d'ingénieurs et comptait sur le généreux soutien financier de l'administration régionale républicaine et positiviste. Les années suivantes, l'École et son Institut électrotechnique allaient marquer fortement leur présence dans la formation des cadres techniques de l'État. Dans l’ensemble des départements de l'École d'ingénieurs, il y a eu 425 diplômés entre 1898 et 1928 – dont un peu plus d'une soixantaine d’ingénieurs électromécaniciens – une bonne partie d'entre eux étant absorbée dans les filières de l'administration régionale. Cependant, des recherches qui viennent de commencer aident à mettre à jour l'importance de la participation de ces ingénieurs au niveau national, après la Révolution de 1930, qui accompagnent l'arrivée au pouvoir du président Getulio Vargas avec d'autres membres de l'élite d'orientation positiviste du sud, dans la création et la gestion des nouveaux organes de planification de l'infrastructure et de l'industrie nationales.

 

Os resumos dos demais palestrantes encontram-se disponíveis no http://historiasocialecomparada.blogspot.com.br/

Colóquio: Para que estudar grupos dirigentes? UFPR - 19 e 20.11.2012

Coordenador: Adriano Codato (UFPR); Promoção: Observatório de Elites Políticas e Sociais do Brasil; Núcleo de Pesquisa em Sociologia Política Brasileira (NUSP/UFPR); Apoio: CAPES.

 
Local: UFPR, Reitoria, 9º andar.
 
19 de novembro, segunda-feira

MANHÃ:
9hs. - 12. hs.

Mesa 1: Estudando elites políticas: questões de teoria e metodologia
Bruno Bolognesi (UFSCAR): Pesquisa de survey e a agenda das eleições: timing e formas de coleta

Renato Perissinotto (UFPR): Pesquisa de recrutamento político e survey: limites e potencialidades
Ernesto Seidl (UFS): Entrando no mundo das elites: o trabalho de campo com grupos dirigentes

TARDE:
14hs. 30 min. - 16hs. 30 min.

Conferência: Será que ideologia não importa mesmo?
Emerson Cervi (UFPR/UEPG)

pausa para o café

17hs. - 18hs. 30 min.
REUNIÃO INTERNA DE PLANEJAMENTO PROCAD
TRIÊNIO 2013-2015


20 de novembro, terça-feira

MANHÃ
9hs. - 12.hs.

Mesa 2: A elite empresarial: teoria e método na análise da relação entre empresariado e democracia
Paulo Roberto Neves Costa (UFPR)
Debatedores:
Flávio Heinz (PUCRS)
Sérgio Braga (UFPR)


TARDE
14hs. 30 min. - 16hs. 30 min.

Mesa 3: Potencialidades no estudo de elites políticas e sociais*
Luiz Domingos Costa (FACINTER/NUSP): Bases quantitativas de elites políticas: fontes, universos e variáveis
Wilson J. F. de Oliveira (UFS): a definir

*Apresentação e discussão dos bancos de dados (acumulados no triênio)

var _gaq = _gaq || []; _gaq.push(['_setAccount', 'UA-27329108-1']); _gaq.push(['_trackPageview']); (function() { var ga = document.createElement('script'); ga.type = 'text/javascript'; ga.async = true; ga.src = ('https:' == document.location.protocol ? 'https://ssl' : 'http://www') + '.google-analytics.com/ga.js'; var s = document.getElementsByTagName('script')[0]; s.parentNode.insertBefore(ga, s); })();